2020-02-28

Se come três ou mais vezes por dia, provavelmente são vezes a mais

No livro «O Poder Mágico do Jejum», o Dr. Yoshinori Nagumo explica como a redução do número de calorias que consumimos nos pode ajudar a ser mais saudáveis, a prevenir certas doenças e a rejuvenescer.

Partilhar:

«Fazer três refeições por dia é a opção mais normal do mundo. (…) Contudo, se estudarmos a história desde que surgiram os nossos antepassados, há cento e setenta mil anos, descobrimos que o hábito de comermos três vezes por dia até nos sentirmos completamente saciados é um comportamento que tem apenas algumas décadas. Por mais que se arredonde, não chega sequer a um século; por outras palavras, é um hábito muito recente.» Para o médico japonês Yoshinori Nagumo, muitos dos problemas de saúde e de envelhecimento precoce que acontecem hoje em dia podem ser evitados se ativarmos o poder reparador dos nossos genes mudando a nossa dieta, ao fazer uma única refeição importante por dia, sem eliminar nenhum tipo de alimento e consumindo-os inteiros.

 

O Poder Mágico do Jejum apresenta um plano revolucionário para recuperar o nosso peso ideal, estimular a reparação celular, obter uma aparência radiante e prevenir doenças crónicas – como o cancro ou a diabetes – que estão ligadas ao facto de comermos em demasia. Nas livrarias a 6 de março.

 

No seu bestseller com mais de dois milhões de cópias vendidas no Japão e na Coreia do Sul, o Dr. Nagumo baseia-se em provas científicas – que relacionam um aumento na esperança média de vida à redução da ingestão de calorias – e revela que a chave para melhorar a nossa saúde é reduzir a quantidade de comida que ingerimos. Com uma argumentação simples e fácil de ler, o livro oferece dicas preciosas para alterarmos os nossos hábitos alimentares, que nos estão a deixar doentes. E deixa uma mensagem simples mas poderosa: Coma menos para viver mais.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK